Dieta para cada idade, saiba qual é a ideal para a sua!

Por /
25 abril, 2017

Como nosso metabolismo vai desacelerando com o passar do tempo, e com isso passamos a gastar menos energia, afetando não só nossa disposição, como nossa peso, pele e até cabelo, trouxe algumas dicas para uma dieta para cada idade.

Saiba qual é a ideal para a sua!

dieta para cada idade

Conforme o nosso corpo envelhece, ele vai criando uma necessidade diferente, e por isso precisamos ficar atentas com a nossa alimentação.

Então resolvi separar por décadas, o que cada organismo mais precisa, veja só:

A partir dos 20

Com 20 anos, os nossos hormônios estão em um nível alto, o metabolismo está a todo vapor e por isso o gasto calórico é grande.

Por isso, nessa idade não há muitas restrições, além de uma dieta equilibrada e que proporcione energia, pois é nesse período onde gastamos mais, devido ao acúmulo de atividades.

O ideal é consumir carboidratos de baixo índice glicêmico, pois eles são a principal fonte de energia. Escolha alimentos integrais, verduras, leguminosas e frutas.

Para dar uma “turbinada” na massa óssea, já que nessa idade o seu nível é alto, é recomendado o cálcio, o leite e seus derivados, além de um pouco de sol diariamente para aumentar o nível de vitamina D.

Além disso, é normal nessa fase, haver uma deficiência de ferro no organismo. Para repor o nutriente, o ideal é apostar no feijão, folhas verdes-escuras e frutas ricas em vitamina C, como a laranja e o limão.

Com 30 anos

A partir dos 20 e tantos/ 30 anos as taxas de hormônio já começam a diminuir, e com isso o gasto calórico, a massa magra e a produção de colágeno diminuem também.

Para aumentar o gasto energético, os alimentos termogênicos são os mais recomendados, aposte em chás e em especiarias, como pimenta, gengibre e canela.

Para aumentar a produção de colágeno, aposte na linhaça dourada, ovos, frutas cítricas e vermelhas por exemplo.

Nessa fase, somos muito propensas à um leve abalo em nosso bem-estar, trazendo um pouco de estresse e ansiedade para nossas vidas. Para evitar isso, aposte em alimentos ricos na vitamina B6, como a linhaça, quinoa, chia e nozes por exemplo.

Aos 40

Com 40 anos, a produção de hormônios diminuem ainda mais, o metabolismo também desacelera bastante e a chance de ganhar gordura abdominal cresce. Sem falar na disposição que diminui e a ansiedade praticamente dobra.

Como nessa faixa etária a perda de massa muscular é grande, o ideal é consumir bastante tomate, laranja e banana, pois são muito ricos em potássio.

É recomendado também, bastante proteína para a sustentação da pele, pois a perda do colágeno só intensifica, então aposte em mais ovos, carnes e até iogurte, e para os vegetarianos existem alguns suplementos de proteína vegetal.

Além disso, os alimentos ricos em antioxidantes são muito indicados para a prevenção do envelhecimento precoce da pele, alguns exemplos deles são: nozes, linhaça, brócolis e frutas vermelhas.

A partir dos 50

É a partir dos 50 anos que as mulheres começam a sentir os sinais da menopausa e principalmente da carência dos hormônio femininos. Além disso, depois dos 50, a gordura tende a se acumular mais, pois o corpo já não gasta mais tanta calorias.

Sem contar que o emocional também muda, calores aparecem, baixa no libido e o aumento de apetite só aumenta, isso também por causa da menopausa.

Para ajudar com esses sintomas, a soja e a linhaça são muito recomendadas, isso por quê são fontes de fito-hormônios, que auxiliam a minimizar esses incômodos.

Nessa faixa etária é preciso ficar de olho nos ossos, por causa da osteoporose, por isso, é muito recomendado o leite e seus derivados e nos vegetais verdes-escuros.

A insônia também é muito comum nessa fase, portanto aposte em alimentos ricos em substâncias que relaxam, como: banana, castanhas, chás e abacate por exemplo.

É muito importante lembrar que em todas as etapas, é essencial procurar um profissional para ele indicar o que devemos ingerir, e o que nosso organismo realmente está precisando.

Espero ter ajudado, beijinhos!!!

 

 

 

Tags:

Assuntos Relacionados

Faça um Comentario no Facebook deste assunto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *