Consumir carboidrato à noite engorda?

Por /
1 setembro, 2017

Muitos nutricionistas afirmam que o consumo de carboidrato à noite pode ser maléfico aos que buscam o emagrecimento. Por outro lado, há uma grande gama de profissionais que afirmam que isso não passa de um mito.

Mas afinal, qual será a verdade?

Vim falar sobre isso por aqui, vem dar uma olhada!

Posso consumir carboidrato à noite?

De modo resumido, podemos dizer que o consumo EXCESSIVO de carboidratos à noite realmente pode engordar. Mas, por outro lado, seu consumo moderado pode até mesmo oferecer benefícios para o sono e para a manutenção de massa magra durante este período.

Veja como o consumo de carboidratos à noite age em nosso corpo:

• A importância dos carboidratos

Os carboidratos são a principal fonte energética do nosso organismo. Não é à toa, que são importantíssimos para a manutenção de inúmeras funções no corpo, como é o caso da nutrição de células cerebrais (neurônios), por exemplo.

Quando o organismo não encontra carboidratos, ele começa a consumir as proteínas como fonte de energia – o que resulta diretamente na perda de massa muscular, visto que ela é formada pelas proteínas.

E muitos por aqui, na tentativa de emagrecer, já deve ter ouvido (ou até acatado) a recomendação de não comer carboidratos à noite, ou melhor, depois das 18 ou 19 horas.

No entanto, não são poucos os nutricionistas e demais profissionais da área de saúde que defendem que essa não é a melhor ideia para emagrecer e que o carboidrato deve SIM compor nossas principais refeições diárias – o que inclui café da manhã, almoço, café da tarde e jantar.

E agora, consumir ou não consumir carboidrato à noite? Basicamente, tudo vai depender do tipo de carboidrato.

Consumir carboidrato não engorda

• Tipos de carboidrato

Os carboidratos podem ser divididos em dissacarídeos, monossacarídeos e polissacarídeos.

Enquanto os dissacarídeos e monossacarídeos são carboidratos simples, os polissacarídeos são conhecidos como carboidratos complexos.

Os simples são os carboidratos facilmente digeridos pelo nosso organismo, o que reflete em rápida absorção da glicose (que por sua vez, é responsável indiretamente por estocar calorias). Por outro lado, os carboidratos complexos evitam picos de glicemia por possibilitarem uma digestão mais lenta. Eles diminuem a absorção do açúcar e gordura da dieta e possibilitam melhor controle da glicose na corrente sanguínea.

Os carboidratos simples estão presentes em: açúcares, frutas, mel, geleia e doces em geral.

Já no time dos carboidratos complexos estão: os cereais, massas e pães integrais, inhame, batata, aipim, grão de bico, feijão, arroz integral, milho e outros.

Mas afinal, qual deles deve/pode ser consumido à noite?

Basicamente, eu recomendo o consumo dos carboidratos complexos à noite, visto que eles possibilitam o controle da glicose no sangue e, consequentemente, evitam a formação do estoque de gordura.

Ficar sem consumir carboidratos é uma ideia que pode ser muito prejudicial ao organismo e, consequentemente, aos resultados com emagrecimento ou ganho de massa muscular. Isso se dá uma vez que ele é a principal fonte energética para a prática de exercícios físicos e para o dia a dia como um todo.

Por isso, não tire os carboidratos da sua dieta – apenas diminua o consumo dos carboidratos simples (como doces, frutas e mel, por exemplo) no período noturno, ok?!

Beijos!!!

Tags:

Assuntos Relacionados

Faça um Comentario no Facebook deste assunto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *